Quinta-feira, 21 de Fevereiro de 2008

PERFUME ( POEMA VI )

                    

Perfume de mulher

Dócil como a rosa

Que não cheguei a chorar

Minha alma penosa

   

Deixo para trás

Recordação nossa

De uma tal rosa

Perfume de mulher

  

Cheiro da vida

Mulher possuída

Pelo aroma do amar

Que passa despercebida

  

Cheiro a rosa

Qoe passa por nós

Pela vida

Pela recordação esquecida

                        

                   OLIVEIRA PENA

SINTO-ME: ROMANTICO

PUBLICADO POR anonymous às 21:17
LINK DO POST | COMENTAR | ADICIONAR AOS FAVORITOS

-PESQUISAR NESTE BLOG

 
beruby.com, o portal onde podes poupar!

-Junho 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30